Português- Atividades Complementares (parte 4)

Olá, querido(a) aluno(a)!

O tema da nossa aula retoma o gênero textual “Conto”. O conto é uma narrativa curta e, como todos os textos de ficção, apresenta um narrador, personagem, ponto de vista e enredo.

Assista ao vídeo para entender melhor a matéria.

Atividades para hoje:

Tema: conto

Leia o texto abaixo e depois responda às questões.

O JUMENTO

Aluna Raylane Furtado de Sousa

Adaptado por Maurício Araújo

 

Era uma vez, numa fazenda muito distante da cidade, um fazendeiro que possuía um jumento que sabia falar. Esse animal era muito sabido, tudo que o dono dele pedia, ele prontamente fazia.

Mas o pobre do animal, apesar da sua capacidade de falar e entender o que seu dono dizia, não era valorizado, alimentava-se da pior comida e dormia no relento da noite fria.

Certa vez, o fazendeiro precisava ir à cidade, uma viagem muito longa, que demoraria dois dias para chegar. Levou consigo seu jumento para trazer as mercadorias que compraria. Durante o percurso, o fazendeiro tropeçou e caiu dentro de um buraco, mas logo conseguiu se levantar. O jumento começou a caçoar do seu dono, rindo e relinchando sem parar.

O fazendeiro não se conteve e se revoltou com o pobre, além de batê-lo, falava muitos palavrões com o desprovido animal. Não demorou em chamar a atenção das pessoas que por ali transitavam. Um camponês que passava por perto se admirou da sabedoria do animal em compreender toda aquela situação e se encantou com o bicho. O fazendeiro, com muita raiva do jumento, foi até onde estava aquele pobre camponês e disse:

__Você quer comprar este jumento?

__Quero, mas só tenho dez moedas. Respondeu o homem.

__Tá bom, você leva o jumento e eu fico com suas dez moedas! Disse o fazendeiro.

Assim, o fazendeiro vendeu seu animal pelas míseras dez moedas de tão pouco valor que não davam para comprar nem sequer um saco de milho. Retornou para sua casa e desistiu da sua viagem.

Dias depois, o fazendeiro estava despreocupado, deitado em sua rede feliz, pois não precisava alimentar o jumento, quando de repente chegou seu amigo, outro fazendeiro, e lhe apresentou o jornal que destacava um camponês que possuía um jumento que sabia falar, muito feliz e rico, pois o animal estava fazendo um sucesso tremendo na cidade.

__ Minha nossa senhora, olha onde está meu jumento!!! Admirou-se o fazendeiro.

__ Como é que é seu jumento, se você o vendeu? Ponderou seu amigo.

O fazendeiro ficou pensativo ao descobrir que o jumento foi parar no jornal. Então, quando na rua passava, as pessoas perguntavam a razão de ter vendido seu animal, já que ele era diferente e sabia falar. Mas nem ele compreendia a burrice que havia feito.

E assim o fazendeiro ficou sem o jumento, na pobreza, todo o resto da sua vida. Não aproveitou a sabedoria do bicho. Agora, dizem que o jumento vive comendo da melhor comida e bebendo do melhor vinho.

 

De Sousa, Raylane Furtado. 6º ano de 2018. Escola João Moreira Barroso. Adaptação: Maurício Araújo

1- Qual o gênero do texto? Justifique sua resposta.

2- Qual é o acontecimento central do texto?

3- Por que o jumento foi vendido?

4- Qual é a finalidade do texto?

***********************************************************************************************************************************************

Antes de cada atividade, escrevam no caderno o seguinte cabeçalho:

– Nome completo:

– Turma:

– Atividade Complementar (parte 4)

*Encaminhe a foto, com imagens legíveis para o e-mail: maria.souza.siqueira@educacao.mg.gov.br

Bons estudos!

(6) Comentários

Deixe uma resposta

Atenção: Preencha todos os campos e informe seu nome completo!