Português-Atividades Complementares (correção-parte 1)

Olá, querido(a) aluno(a)!

É hora de consolidar o aprendizado do 1ºbimestre, com a correção das atividades complementares.

O aluno que ainda não enviou as atividades, deverá enviar com urgência para garantir o aprendizado e a carga horária, através do Conexão Escola ou e-mail: maria.souza.siqueira@educacao.mg.gov.br

Correção da atividade complementar (semana 1)

Tema: notícia

LEIA A SEGUINTE NOTÍCIA PARA RESPONDER AS QUESTÕES PROPOSTAS!

 Menino de 12 anos é vítima de Bulliyng em Ilhabela

Mãe do menor diz que procurou o Conselho Tutela e que esperava uma posição mais firme da escola.

Um menino conta que vem sofrendo agressões dentro de uma escola particular, em Ilhabela. E o que inicialmente era uma brincadeira de mau gosto, agora virou agressão física. A vítima, um menino de 12 anos, diz que estava recebendo provocações e ameaças desde o início do ano. Até que os colegas mais velhos partiram para agressões. “A primeira vez me tacaram no lixo. A segunda me deram bolada e a terceira foi o tapão na cara”, diz o aluno.

A mãe dele, que prefere não se identificar, procurou a escola. Ele esperava que a instituição tomasse providências.“Todos os dias eu ligo pra escola, quando não é na hora do intervalo eu ligo um pouquinho antes da saída. Não estou vendo assim um resultado, uma preocupação. Pra eles é uma coisa corriqueira de criança, mas isso não é não. Isso é Bullying”, diz a mãe do aluno.

A escola é particular e fica no bairro Barra Velha em Ilhabela. A entrada da equipe da TV Vanguarda não foi autorizada na escola, nem a direção quis receber a equipe. Foi realizada uma reunião entre os pais dos alunos envolvidos para entender melhor o caso. Segundo o advogado da instituição, a partir de agora serão tomadas algumas medidas necessárias. “Se houve algum tipo de infração nós tomamos as medidas inicialmente de advertência, suspensão e até a transferência compulsória”, diz o advogado da escola Silas D’Ávila Silva.

A mãe do menino agredido não concordou com a postura da escola na reunião. “Não adianta pedir desculpas, eu quero que a coordenação da escola tenha realmente um pulso firme ali pra ver exatamente o que tá acontecendo, porque o problema não tá em uma criança. O problema tá em um grupo, em um todo e que eu acho que a coordenação da escola ta falhando nisso. Eu procurei, sim, o Conselho Tutelar, já tomei todas as medidas cabíveis e vou continuar”, diz a mãe.

A escola, também por meio do advogado, informou que ainda não considera o caso como sendo de Bullying. E que desenvolve atividades para evitar conflitos no ambiente escolar. “Esse assunto é tratado com os alunos com palestras, filmes e um trabalho constante da própria coordenação da instituição no sentido de coibir, fiscaliza e chamar a atenção de quem estiver agindo de forma diferente”, diz Silas.

O aluno disse que não conhece esses trabalhos. “Ninguém ensinou que não podia fazer. Ninguém tratou isso, Bullying”, diz o aluno. “Foi uma bolada, um bofetão, amanhã pode ser coisa mais grave, pior né? Muito pior como a gente vê acontecendo aí”.

A produção da TV Vanguarda procurou o conselho tutelar de Ilhabela. A recomendação em casos como esse é, primeiro, procurar a Diretoria de Ensino responsável pela escola envolvida. No litoral, a diretoria fica em Caraguatatuba. O Conselho Tutelar também pode ser procurado, para acompanhar o caso e orientar a vítima e os agressores psicologicamente. Em casos mais extremos, o próprio Conselho Tutelar pode registrar um Boletim de Ocorrência na polícia. Se os pais preferirem, eles mesmos podem ir até a delegacia para registrar a queixa.

(27/09/2012 18h17http://glo.bo/LiWk6t G1 notícias)

1-Indique as informações que se pede sobre a notícia:

a) O que aconteceu?

R:  um menino de 12 anos sofre agressões, bullying em uma escola.

b) Onde aconteceu?

R: Em uma escola de Ilhabela.

c) Quem são os envolvidos?

R: O menino de 12 anos, os meninos mais velhos (agressores), mãe do garoto agredido, a direção da escola.

d) Quando aconteceu?

R: Desde o início do ano de 2012 (pela reportagem a denúncia foi no mês de setembro)

 

2-Por que podemos afirmar que o garoto de 12 anos sofreu bullying?

R: Porque era perseguido na escola, sofria agressões contínuas sem justificativas, os garotos eram mais velhos e, pela reportagem, a turma de meninos agia dessa forma há muito tempo.

3-O texto apresenta vários depoimentos dos envolvidos no caso. Cite o nome das pessoas que deram os depoimentos presentes no texto.

R: Depoente 1: O aluno de 12 anos agredido.

Depoente 2: A mãe do aluno agredido.

Depoente 3: O advogado Silas.

Depoente 4: Um dos alunos agressores.

4-Explique qual é a importância de se apresentar os depoimentos na notícia.

R: Dar veracidade aos fatos, credibilidade e confiança de que a notícia é verdadeira.

5- Defina um conceito para notícia.

R: A notícia é um gênero textual que tem como objetivo INFORMAR fatos do dia a dia, relevantes para a sociedade. Pode-se dizer, então, que a notícia tem a função social de RELATAR, DESCREVER, de forma breve e objetiva, fatos reais, verdadeiros e importantes.

 

Correção da atividade complementar (semana 2)

Tema: conto

Leia o texto abaixo e depois responda às questões.

O JUMENTO

Aluna Raylane Furtado de Sousa

Adaptado por Maurício Araújo

 

Era uma vez, numa fazenda muito distante da cidade, um fazendeiro que possuía um jumento que sabia falar. Esse animal era muito sabido, tudo que o dono dele pedia, ele prontamente fazia.

Mas o pobre do animal, apesar da sua capacidade de falar e entender o que seu dono dizia, não era valorizado, alimentava-se da pior comida e dormia no relento da noite fria.

Certa vez, o fazendeiro precisava ir à cidade, uma viagem muito longa, que demoraria dois dias para chegar. Levou consigo seu jumento para trazer as mercadorias que compraria. Durante o percurso, o fazendeiro tropeçou e caiu dentro de um buraco, mas logo conseguiu se levantar. O jumento começou a caçoar do seu dono, rindo e relinchando sem parar.

O fazendeiro não se conteve e se revoltou com o pobre, além de batê-lo, falava muitos palavrões com o desprovido animal. Não demorou em chamar a atenção das pessoas que por ali transitavam. Um camponês que passava por perto se admirou da sabedoria do animal em compreender toda aquela situação e se encantou com o bicho. O fazendeiro, com muita raiva do jumento, foi até onde estava aquele pobre camponês e disse:

__Você quer comprar este jumento?

__Quero, mas só tenho dez moedas. Respondeu o homem.

__Tá bom, você leva o jumento e eu fico com suas dez moedas! Disse o fazendeiro.

Assim, o fazendeiro vendeu seu animal pelas míseras dez moedas de tão pouco valor que não davam para comprar nem sequer um saco de milho. Retornou para sua casa e desistiu da sua viagem.

Dias depois, o fazendeiro estava despreocupado, deitado em sua rede feliz, pois não precisava alimentar o jumento, quando de repente chegou seu amigo, outro fazendeiro, e lhe apresentou o jornal que destacava um camponês que possuía um jumento que sabia falar, muito feliz e rico, pois o animal estava fazendo um sucesso tremendo na cidade.

__ Minha nossa senhora, olha onde está meu jumento!!! Admirou-se o fazendeiro.

__ Como é que é seu jumento, se você o vendeu? Ponderou seu amigo.

O fazendeiro ficou pensativo ao descobrir que o jumento foi parar no jornal. Então, quando na rua passava, as pessoas perguntavam a razão de ter vendido seu animal, já que ele era diferente e sabia falar. Mas nem ele compreendia a burrice que havia feito.

E assim o fazendeiro ficou sem o jumento, na pobreza, todo o resto da sua vida. Não aproveitou a sabedoria do bicho. Agora, dizem que o jumento vive comendo da melhor comida e bebendo do melhor vinho.

 

De Sousa, Raylane Furtado. 6º ano de 2018. Escola João Moreira Barroso. Adaptação: Maurício Araújo

1- Qual o gênero do texto? Justifique sua resposta.

R: Conto, porque narra uma história ficcional, criada pela imaginação da autora.

 

2- Qual é o acontecimento central do texto?

R: Um jumento que sabia falar e fazia o que o dono pedia.

 

3- Por que o jumento foi vendido?

R: Caçoou do dono ao cair no buraco.

 

4- Qual é a finalidade do texto

R: Entreter o leitor com uma história ficcional.

**********************************************************************************************************************************************

Corrija com atenção e faça as adequações necessárias em seu caderno.

Qualquer dúvida, é só perguntar aqui na plataforma, conexão escola ou e-mail.

Bons estudos!

 

 

 

Deixe uma resposta

Atenção: Preencha todos os campos e informe seu nome completo!